Isolamento coronavírus: como funciona em caso de suspeita?

5 minutos para ler

A pandemia de COVID-19 trouxe diversos impactos no Brasil e no mundo, gerando necessidade de adaptação e de políticas para reduzir a disseminação do coronavírus. O contágio é extremamente fácil de acontecer. O isolamento coronavírus ajuda a liberar tempo para as autoridades estatais, de saúde e sanitárias para o desenvolvimento de ações, além de auxiliar na redução do número de novos casos. É essencial ficar em casa para diminuir a proliferação do vírus, além de incluir as ações de higiene para a prevenção.

Porém, há diferentes medidas na saúde para evitar propagação de agentes infecciosos. Distanciamento social, isolamento e quarentena são práticas distintas. Vamos explicar melhor esses conceitos e trazer vários esclarecimentos sobre o assunto. Continue acompanhando para aprender mais sobre o tema!

O que é o isolamento social?

O isolamento social é a medida que objetiva fazer a separação entre as pessoas que estão doentes (com sintomas respiratórios, suspeita de coronavírus ou caso já confirmado) dos indivíduos saudáveis. A ação pode ser prescrita por um agente da vigilância sanitária ou médico, durando, no máximo, 14 dias. Quando recebe a prescrição, o paciente assina um termo de consentimento livre e esclarecido. Além disso, ele recebe uma série de orientações para evitar a contaminação das pessoas que vivem com ele.

O distanciamento social é quando uma comunidade diminui a interação social para reduzir a velocidade de transmissão do vírus. Essa medida é muito importante com o coronavírus, porque há um intervalo de tempo muito grande entre o contágio e a manifestação dos sintomas da doença

A quarentena é a situação em que se presume que um grupo de pessoas foi exposto ao coronavírus, mas não está doente, havendo restrição de atividades e separação de indivíduos. O motivo da ausência de doença pode ser que os sujeitos não foram infectados ou por eles estarem no período de incubação.

Como funciona o isolamento coronavírus em caso de suspeita?

O isolamento de pessoas com suspeita de coronavírus envolve muitos cuidados importantes. Vamos mostrar mais sobre essas medidas a seguir. Acompanhe!

Reserve um cômodo

O ideal é que a pessoa com suspeita de coronavírus tenha um cômodo reservado para ela. Caso ela compartilhe o quarto com alguém, a preferência é que o indivíduo saudável durma na sala. Ao amanhecer, é essencial que o sujeito com suspeita troque a roupa de cama e os leve embalados em saco plástico para o tanque ou a máquina de lavar.

Deixe uma lixeira ao lado da cama

Ao lado da cama, deve ser deixada uma lixeira com saco plástico, para que a pessoa com suspeita de coronavírus possa descartar lenços descartáveis e outros resíduos. Quando for despejar o material na lixeira comum, é preciso amarrar a sacola.

Mantenha a porta fechada e janelas abertas

A porta do cômodo onde a pessoa com suspeita de coronavírus fica deve permanecer fechada, para evitar contágio. No entanto, é essencial que a janela permaneça aberta, oferecendo ventilação e luz solar.

Respeite o limite de distanciamento

O limite de 2 metros de distância entre a pessoa saudável e o indivíduo com suspeita de COVID-19 deve ser respeitado. Destacamos que é importante o uso de máscara para o sujeito com suspeita de estar infectado. Animais não precisam ser isolados, já que eles só se contaminam por outros tipos de coronavírus, que são prevenidos por vacina.

Não compartilhe objetos

Copos, talheres e pratos não devem ser compartilhados. Destacamos que móveis devem ser higienizados com álcool 70 ou água sanitária. Caso o banheiro seja compartilhado, a pessoa com suspeita de coronavírus deve desinfetar todas as superfícies que utilizou, incluindo vaso, maçanetas, descarga, interruptor. Pastas de dente e toalhas devem ser individuais e o sabonete, preferencialmente líquido.

Em casos de casas com um cômodo só, é preferível que a pessoa saudável procure a residência de um parente. Isso é importante porque o compartilhamento de ambiente leva quase à certeza de contaminação, mesmo com os cuidados. As precauções apenas reduzem a probabilidade de contágio, nessa situação.

É muito importante contar com auxílio profissional na hora de tirar dúvidas sobre sintomas. A VISIONCARD pode ser um ótimo apoio nesse sentido. Somos uma empresa gestora de saúde com planos exclusivos para a saúde visual. Conectamos corporações com planos de saúde em todo o território nacional.

Contamos com um sistema de gestão de saúde com atendimento 24 horas, uma proposta muito efetiva, especialmente em isolamento coronavírus. Somos conhecidos pela excelência em saúde e auxiliamos na sua qualidade de vida e felicidade por meio da promoção da saúde e prevenção.

As medidas para evitar o contágio por coronavírus são distintas, envolvendo diversos tipos de cuidado. O isolamento coronavírus pode gerar boas contribuições para reduzir a velocidade de propagação e minimizar os danos à saúde. 

Gostou de aprender sobre o isolamento em casos de suspeita de COVID-19? Aproveite e entre em contato com a VISIONCARD!

Visioncard: saiba como utilizar um sistema de gestão de saúde onlinePowered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário