Medo de oftalmologista? Entenda o porquê de cuidar da saúde ocular!

8 minutos para ler

O medo de oftalmologista faz com que muitas pessoas evitem de ir nesse profissional para se consultar. O exame de refração, também conhecido como exame de vista, é usado para identificar o quanto alguém consegue enxergar. Dependendo de qual for o resultado, o oftalmologista define se o paciente deverá usar óculos e qual será o grau. 

É importante investigar por que um paciente tem medo de oftalmologista. Pois superando esse medo, a consulta torna-se mais leve e produtiva, tanto para o médico quanto para o paciente. Neste artigo, falaremos sobre algumas dicas para vencer esse medo e por que é importante realizar uma consulta oftalmológica. Vamos lá?

Por que as pessoas têm medo de ir ao oftalmologista?

O primeiro passo para vencer esse medo é entender qual a origem dele e, a partir de então, enfrentá-lo. Muitas pessoas têm receio de ir ao oftalmologista, mas nem sabem o porquê. No entanto, se elas observarem com atenção esse sentimento, podem entender por que ele surgiu! Algumas das principais causas são:

Receio de confirmar alguma doença

Às vezes, por estar sentindo alguns sintomas que podem ser preocupantes, alguns pacientes ficam com medo de ir ao médico realizar uma consulta e terminá-la com um diagnóstico negativo. No entanto, é importante lembrar que receber um diagnóstico não significa que ele é definitivo e que aquele problema vai se estender para sempre na vida de alguém. Pelo contrário, ter ciência dele é o primeiro passo para tratá-lo! Vale ressaltar também que, em muitos casos, o paciente não tem nenhum problema. 

Experiências anteriores negativas

É muito comum ouvirmos casos de pessoas que foram tratadas de maneira indelicada durante uma consulta. Uma experiência negativa pode levar alguém a ter uma insegurança com profissionais da saúde. Por isso, acabam evitando realizar novas consultas. É importante ter em mente que há inúmeros profissionais respeitosos e pacientes, por isso, esse é um medo que pode e deve ser superado. Se um profissional não tratou um paciente da maneira que deveria, vale a pena buscar outros. 

Experiências negativas enfrentadas por outras pessoas

Em alguns casos, o paciente não teve uma experiência negativa, mas conhece alguém que teve. Para ele, esse já pode ser um motivo para evitar que ele se consulte com um médico. Assim como no tópico anterior, é necessário lembrar que há inúmeros médicos cuidadosos, que vão tratar um paciente de um bom modo.

Mesmo em meio a tantas inseguranças, medos e experiências não tão boas, é importante vencer o medo de oftalmologista para conseguir realizar uma consulta produtiva. A saúde ocular de alguém pode correr grandes riscos se ao longo da vida ela não for avaliada por um profissional. Falaremos a seguir o porquê é importante ir ao oftalmologista!

Por que devemos ir ao oftalmologista?

Na maioria das vezes, alguém realiza um exame para identificar algum problema ou para preveni-lo. Com o oftalmologista não é diferente, em uma consulta é possível prevenir doenças que podem causar a perda progressiva da visão, o que às vezes é tão preocupante que pode até causar cegueira. O documento As Condições da Saúde Ocular no Brasil 2019 revelou que a cegueira atinge 0,75% da população, sendo que 74,8% dos casos são preveníveis ou têm cura. 

Uma situação que exemplifica bem a importância de ir ao oftalmologista é a mudança drástica que aconteceu no último ano, devido à Pandemia do Covid-19. Por conta do isolamento social, a maioria das pessoas começou a trabalhar em home office, e assim, passaram a ficar por horas em frente ao computador. 

Segundo a BBC, tanto tempo em frente às telas agravou alguns problemas de vista, algumas pessoas já tinham algum erro de refração, outras não sabiam. Por isso, ir ao oftalmologista é necessário, tanto para identificar quanto para tratar. Algumas doenças têm riscos prejudiciais. As principais doenças e seus riscos são:

Miopia

A miopia é um erro de refração, assim como o astigmatismo, hipermetropia e presbiopia. Essas doenças ocupam o primeiro lugar no ranking de deficiências visuais. Esse problema dificulta o paciente na hora de enxergar objetos distantes. Se não for tratada, ela pode causar um aumento na pressão dos olhos, devido ao esforço para enxergar. Isso, consequentemente, pode levar à cegueira. Além disso, pode causar o descolamento da retina, catarata, degeneração da retina, entre outros.  

Astigmatismo 

O astigmatismo é o problema de vista que faz com que alguém enxergue os objetos de um modo embaçado, o que pode causar dores de cabeça e muito cansaço nos olhos. Em alguns casos, o astigmatismo alto pode vir acompanhado de miopia ou hipermetropia, o que pode aumentar o risco de cegueira.

Hipermetropia 

O principal sintoma da hipermetropia é a dificuldade de enxergar de perto. Ela pode gerar outros sintomas, como a dificuldade de enxergar de longe também, dor de cabeça, ardor, náuseas, entre outros. Em alguns casos, ela pode se relacionar ao surgimento de estrabismo.

Glaucoma

O glaucoma é uma doença causada por uma pressão interna, que provoca lesões no nervo ótico. Ele é muito decorrente de outras enfermidades, como diabetes, cataratas, uveítes e outros. É conhecida por ir roubando, aos poucos, a visão de alguém, sem que a pessoa perceba.  

Ceratocone

Essa é uma doença que afeta 5 em cada mil pessoas no mundo. Ela deixa a central do olho enfraquecida, o que leva ao desenvolvimento do formato de cone no olho, que deixa a visão distorcida. Ela é uma doença degenerativa, há alguns fatores que agravam o risco da doença, como a hereditariedade e o hábito de esfregar os olhos.

Vista cansada 

Também é conhecida como fadiga ocular, pode ser causada por muitos motivos, um deles é o uso inadequado do computador. Ela afeta a capacidade de enxergar objetos próximos. Ela atinge a maioria das pessoas que têm mais de 40 anos, mas algumas medidas podem melhorar a qualidade da visão das pessoas acometidas por esse problema. 

Como vencer esse medo?

Visto que a maioria dos problemas de vista podem ser agravados caso não sejam tratados, fica evidente a necessidade de cuidar da saúde ocular, não é mesmo? Sabemos que pode não ser fácil vencer o medo de oftalmologista. No entanto, não é impossível superá-lo. Elencamos 3 dicas que podem ajudar quem está passando por isso:

Conscientize-se que a prevenção evita o aparecimento e avanço de doenças

Ter consciência de que a prevenção pode auxiliar na qualidade de vida é uma das primeiras soluções. Quem cuida de si, consegue ter um melhor desempenho nas atividades diárias. Especialmente quando o cuidado é relativo à visão, afinal, em todas as ações do dia, precisamos usar os olhos para executá-las. 

Busque apoio terapêutico

Em alguns casos, o medo é tão forte que apenas um terapeuta pode auxiliar da maneira certa! Não tenha medo de buscar por um, caso você não consiga lidar sozinho com o medo de oftalmologista. Um psicólogo consegue entender a raiz do medo e, a partir de então, pode propor soluções para vencê-lo.

Consulte-se com médicos de referência 

Mencionamos que muitas pessoas ficam inseguras devido a experiências anteriores que foram negativas. Uma boa maneira de evitar que isso ocorra novamente é buscar por médicos de referência, há vários fóruns na Internet no qual pacientes indicam bons médicos, além disso, é possível pedir por indicações para amigos e familiares. 

Desse modo, é notável que lidar com o medo é extremamente necessário para quem busca uma saúde melhor. O oftalmologista é um profissional que vai ajudar a identificar e tratar problemas sérios, que podem prejudicar a vida de quem não busca tratá-los. Busque ajuda profissional, caso o medo esteja lhe impedindo de ir ao médico. 

Conte com o VisionCard Brasil, somos um sistema de saúde que oferece soluções econômicas para disponibilizar o acesso à saúde. Nós conectamos você com excelentes especialistas, assim, é possível que você vença o medo de oftalmologista e cuide da sua saúde ocular!

Gostou de saber sobre como vencer o medo de oftalmologista? Aproveite e entre em contato conosco!

Visioncard: saiba como utilizar um sistema de gestão de saúde online
Posts relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.