O que você precisa saber para cuidar da saúde dos olhos dos funcionários

12 minutos para ler
A saúde dos olhos frequentemente recebe menos atenção se comparada a outras partes do corpo. Mas ela é tão importante quanto a saúde do pulmão e do coração, por exemplo, pois é por meio da visão que podemos executar as nossas atividades no dia a dia.

Nas empresas, temas relacionados à saúde ocular estão sendo abordados devido à sua importância para a produtividade empresarial. De acordo com publicação da revista Saúde, os casos de perda de visão em todo o planeta aumentaram de 30,6 milhões para 36 milhões, entre os anos de 1990 e 2015.

Isso significa mais profissionais sendo afastados dos seus postos de trabalho, o que pode comprometer os resultados da organização.

Diante desse cenário, os gestores precisam ficar atentos para garantir a saúde e a produtividade de seus funcionários, evitando o absenteísmo e outras questões que podem comprometer os resultados dentro no ambiente corporativo.

Ao longo desta leitura vamos falar sobre a importância do cuidado com a saúde dos olhos dos funcionários. Acompanhe!

Importância da saúde dos olhos

Além do aumento dos casos de cegueira em todo o mundo, houve também aumento no número de casos de pessoas que desenvolveram algum tipo de deficiência visual, moderada ou grave, com uma elevação em 36% dos casos, de acordo com a divulgação da revista Saúde.

Mas os números não param por aí. Hoje em dia, 217 milhões de pessoas ao redor do mundo passam por situação semelhante, e a expectativa é que esse índice triplique até 2050.

No ambiente empresarial, a tecnologia e a própria arquitetura dos escritórios apresentam certos riscos à visão. Certos fatores podem passar despercebidos por uma pessoa que ainda não sabe a importância da saúde dos olhos.

Luzes, telas de computadores, smartphones, tablets e horas em ambientes fechados com ar-condicionado, merecem atenção quando o assunto é saúde dos olhos.

Diante desse ambiente, é dever da empresa se esforçar para que os colaboradores fiquem atentos aos sintomas relacionados à saúde ocular, e também tomar as medidas necessárias para reduzir os riscos.

Dessa forma, a organização também passa a operar dentro da lei, reduzindo os riscos ocupacionais.

Assim, fica mais fácil evitar a sobrecarga da visão dos funcionários e outros problemas relacionados ao descuido com a saúde ocular.

Perigos para a saúde dos olhos

No ambiente empresarial, os principais perigos à saúde do olhos estão relacionados à exposição por horas ininterruptas à luz das telas de LED, presente principalmente nos computadores, tablets, Tvs e smartphones.

Essa é uma das principais causas que levam à síndrome do olho seco, especialmente quando o ambiente tem ar-condicionado, muito comum em bancos, call centers e salas comerciais.

Todo esse ambiente é propício para o desconforto ocular, podendo levar ao ressecamento da superfície dos olhos a lesões na córnea.

No entanto, esse quadro pode ser diagnosticado e tratado com a ajuda de exames preventivos e o devido acompanhamento oftalmológico.

Riscos da má qualidade visual dos funcionários

A Organização Mundial da Saúde tem uma estimativa onde espera que daqui a 30 anos metade da população brasileira será miope.

Ademais, esse e outros equívocos relacionados à refração, como astigmatismo, presbiopia e hipermetropia, são as causas mais recorrentes de deficiência visual no Brasil, segundo o Conselho Brasileiro de Oftalmologia.

Quando os pacientes ignoram o diagnóstico e os tratamentos adequados, passam a comprometer a produtividade no trabalho, além da própria qualidade de vida.

Para as empresas, os riscos relacionados à saúde ocular podem representar diversos prejuízos, humanos e financeiros.

Uma das doenças mais comuns relacionados à saúde ocular no ambiente de trabalho é a síndrome do olho seco. Veja mais sobre ela a seguir!

Síndrome do olho seco

Essa doença se caracteriza pela secura dos olhos, primeiro passo para o desencadeamento da coceira nos olhos, que pode causar ardência e sensação de tem um corpo estranho no globo ocular, como areia.

No estágio mais avançado, o paciente desenvolve a fotofobia, ou seja, fica sensível à luz, passando a ter dificuldade para fazer movimentos com as pálpebras.

Além disso, tem de conviver com uma maior produção de mucosa, reação natural do organismo para tentar equilibrar a falta da hidratação necessária ao órgão.

Para evitar essas situações, ações simples no dia a dia podem colaborar para a redução das perdas visuais dos funcionários. Veja a seguir!

Importância da iluminação adequada

Uma iluminação adequada na empresa é fator essencial para garantir a saúde dos olhos dos funcionários, colaborando para o aumento do rendimento no trabalho.

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) exige uma quantidade mínima de iluminação para os mais variados segmentos de atividades. Logo, seguir as determinações legais é a garantia de um ambiente saudável e também mais seguro.

Nesse sentido, o maior esforço deve estar relacionado à localização dos postos de trabalho em relação às janelas, que trazem luz natural, e também com as luminárias.

Apesar de a baixa ou alta luminosidade não causar perdas definitivas à visão, ela pode favorecer a irritação, cansaço e até lacrimejamento.

Além disso, tanto a baixa iluminação quanto o seu excesso podem causar desconforto visual, e também acarretar uma baixa lubrificação dos olhos.

No caso da iluminação em excesso, o funcionário terá uma evaporação maior da película lacrimal, causando uma deficiência na lubrificação dos olhos. Isso significa que o colaborador pode lacrimejar com frequência, ter os olhos irritados e com vermelhidão.

Já com a iluminação baixa, o funcionário é forçado a empregar uma atenção maior na atividade executada, e com isso tende a ficar com os olhos vidrados.

Como consequência tem o reflexo de piscar seja diminuído, causando os mesmos sintomas da iluminação em excesso.

O monitor na posição errada, por exemplo, pode causar:

  • visão borrada;
  • olhos cansados;
  • olhos avermelhados e secos;
  • pálpebras pesadas;
  • incômodos permanentes.

Para evitar esses transtornos, a luz natural é a melhor, ou a utilização de uma lâmpada de 60 a 100 watts.

No entanto, o importante é sempre reforçar com a equipe que todos precisam de uma pausa, em especial os que trabalham com o computador.

Por que garantir a saúde dos olhos dos colaboradores

A saúde dos olhos nas empresas traz diversos benefícios para empregados e empregadores. Veja a seguir os principais benefícios!

Aumento do bem-estar e da qualidade de vida

Quando o colaborador enxerga da forma adequada e tem a sua saúde visual em dia, ele se sente mais disposto, e como consequência, passa a focar melhor em suas atividades do dia a dia.

Além disso, ao empregar um menor esforço para enxergar, o funcionário passa a realizar as suas tarefas em menos tempo e com maior facilidade, o que também contribui para elevar a sua sensação de bem-estar no trabalho.

Portanto, como motivar funcionários também diz respeito à saúde dos olhos.

Aumento da produtividade

Quando o colaborador passa a enxergar melhor, tem reduzido problemas como dor de cabeça, dor ocular e cansaço, entre outros males. Com isso, ele passa a executar as tarefas do dia a dia de forma mais eficiente.

Mas não é só isso. Ele também emprega menos tempo e tem menor incidência de erros, elevando a qualidade dos produtos e serviços prestados, além de contribuir para aumentar a produtividade da organização.

Queda do absenteísmo

Todo gestor sabe que desfalques na equipe podem comprometer o planejamento, acarretando graves prejuízos. Assim, quando a organização passa a investir na saúde visual de seus colaboradores, eles passam a faltar menos por problemas relacionados à visão, como dores de cabeça, infecções causadas por ressecamentos no globo ocular, entre outros fatores.

Melhora da concentração

Com o devido acompanhamento oftalmológico, é possível eliminar diversos fatores visuais que incomodam os funcionários, como o esforço visual que pode causar a enxaqueca.

Logo, com a saúde ocular em dia, é possível que o colaborador tenha mais conforto e tranquilidade para realizar as suas funções, aumentando também a sua satisfação no trabalho.

Como cuidar da saúde dos olhos dos funcionários

Veja a seguir como cuidar da saúde dos olhos dos seus colaboradores com medidas simples, melhorando o ambiente de trabalho e disponibilizando acompanhamento especializado!

Fique atento à iluminação

Um ambiente de trabalho ideal e propício à saúde dos olhos deve ter uma iluminação controlada e homogênea.

Ou seja, o escritório precisa contar com uma iluminação por igual em todo o ambiente, incidindo a luz de forma correta na tela do computador, na mesa e nos demais mobiliários e utensílios do escritório.

Dessa forma, a luz passa a não interferir no campo visual do trabalhador.

Tenha cuidado com o monitor

Com o avanço tecnológico, a grande maioria das atividades empresariais passaram a depender um computador. No entanto, se o monitor estiver localizado no local errado, corre-se o risco de desencadear uma série de problemas para a saúde do empregado.

Assim, durante o uso do computador, além de manter a cabeça alinhada com a coluna vertebral, é importante piscar várias vezes para lubrificar os olhos.

Dessa forma, é possível diminuir os sinais de “cansaço”, já que o globo ocular não recebeu a lágrima na quantidade necessária para lubrificar a região.

Os colírios amenizam esse ressecamento, e devem ser usados de acordo com prescrição médica. O profissional avaliará caso a caso.

Disponibilize acompanhamento oftalmológico

O acompanhamento oftalmológico pode ser disponibilizado com a contratação de um médico especialista para atender juntamente com o profissional responsável pela saúde do trabalho.

Essa medida é importante, porque a prevenção ainda é o fator determinante para se evitar as doenças oculares. Além disso, o diagnóstico precoce permite a reeducação dos funcionários, fator primordial para uma mudança efetiva de hábitos.

Crie campanhas internas para incentivar a saúde dos olhos

Para incentivar os colaboradores a cuidar da saúde dos olhos, faça campanhas de endomarketing com foco na prevenção e disponibilize dicas como essas:

  • pisque os olhos com frequência para lubrificá-los;
  • faça pequenas pausas do trabalho;
  • realize exame de visão frequentemente;
  • ao notar mudanças drásticas na visão, procure o mais rápido possível seu médico especialista;
  • verifique se a iluminação da sua mesa é adequada;
  • incentive a telemedicina;
  • visite com frequência seu médico oftalmologista;
  • mostre dados de incidência de perda de visão no Brasil e no mundo;
  • incentive os funcionários a verificar se o grau dos seus óculos está ideal;
  • o uso de lentes de qualidade torna possível uma melhor visão, como as que têm anti-reflexo, por exemplo.

Incentivando essas ações de forma contínua na empresa, você também colabora para o salário emocional, aumentando a satisfação dos funcionários no trabalho.

Incentive uma boa alimentação

Além de um ambiente adequado de trabalho e o autocuidado com a saúde visual, é importante cuidar da alimentação.

Alimentos ricos em ácidos gordos, ômega-3, luteína, zinco e vitaminas C e E trazem diversos benefícios à saúde ocular.

Portanto, manter uma alimentação equilibrada também colabora para a saúde dos olhos, afastando diversas doenças oftalmológicas, e também o diabetes, que pode causar a cegueira.

Importância de contar com ajuda especializada

Grande parte das pessoas só busca o atendimento médico oftalmológico quando passam por algum desconforto na visão.

No entanto, é muito importante criar a cultura de prevenir em vez de remediar. Além disso, alguns problemas são silenciosos, ou seja, não apresentam sintomas, e só o médico será capaz de identificar o problema e indicar o tratamento mais adequado.

As empresas, como vimos, também têm o dever de educar os colaboradores para que eles estejam cientes dos riscos e atentos à saúde ocular no trabalho.

Veja a seguir os principais problemas que podem ser evitados com a ajuda de um especialista!

Identificação das doenças

A catarata e o glaucoma são doenças que podem ser solucionadas de uma maneira simples, desde que o diagnóstico seja feito de forma precoce.

Além disso, algumas pessoas têm predisposição às doenças dos olhos, como aquelas que têm diabetes.

Nesses casos, é fundamental fazer o acompanhamento oftalmológico de maneira contínua, já que doenças como a retinopatia diabética podem ocasionar cegueira irreversível.

É sempre importante ressaltar que vale a pena conversar com o seu oftalmologista sobre qualquer sintoma que possa estar relacionado à visão, como dores de cabeça, secura nos olhos, casos de terçol e conjuntivite recentes, entre outros.

Vale ainda reforçar junto aos colaboradores da empresa que, por mais simples que possa parecer a questão, a automedicação deve ser evitada, pois ela pode agravar ainda mais o caso, prejudicando de forma irreversível a saúde dos olhos.

Se você gostou deste post sobre saúde dos olhos, entre em contato conosco para saber como os nossos serviços podem ajudar a sua empresa a ter colaboradores mais motivados e saudáveis!

inclui algo relacionado a problemas ocasionados com o uso de óculos desatualizados ou menso o não uso de óculos quando necessita de algum tipo de correção . ocasionando desconforto inúmeros , dos de cabeça dores no pescoço . postura incorreta , tudo isso afeta a produtividade

Visioncard: saiba como utilizar um sistema de gestão de saúde onlinePowered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário