Transformação digital na saúde: como preparar a empresa para essa nova era?

12 minutos para ler

Toda empresa precisa estar preparada para mudanças, e isso independe do tamanho, do nicho e dos objetivos da organização. Com a concorrência cada vez maior e os consumidores mais exigentes com a postura das empresas na busca por experiências ainda melhores, é importante ficar por dentro dessas mudanças — entre elas está a transformação digital na saúde.

A tecnologia já está modificando a forma como nos relacionamos enquanto sociedade, e a tendência é que ela penetre também em outros campos, como o mercado corporativo e, consequentemente, o ambiente de trabalho. O que fazer para aproveitar os benefícios desses avanços tecnológicos dentro da sua organização?

Quer saber um pouco mais sobre as possibilidades de implementar esses conhecimentos no seu dia a dia de trabalho e, é claro, aproveitar os benefícios da transformação digital na saúde? Então continue a leitura deste artigo para tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto e potencializar o desempenho dos profissionais que fazem parte da sua empresa.

O que é a transformação digital e quais são os impactos dela?

Por mais que muita gente esteja familiarizada com o termo, nem todo mundo sabe, na prática, o que a transformação digital representa. Mesmo com a tecnologia sempre fazendo parte da rotina das empresas, os avanços e as mudanças nunca foram tão sensíveis e constantes no dia a dia da nossa sociedade. Esse conceito, portanto, se refere ao comportamento das empresas nesse cenário.

Como as organizações estão lidando com essas mudanças tecnológicas nas rotinas das pessoas e, na prática, como isso é aplicado para oferecer um serviço melhor aos consumidores para superar a concorrência? Esse conceito representa o uso desses avanços para solucionar problemas e otimizar tarefas dentro de uma empresa.

Um exemplo típico da transformação digital é o uso de armazenamento por nuvem, substituindo o tradicional hardware como forma de salvar todas as informações e os dados gerados dentro de uma empresa. São, portanto, formas de facilitar o trabalho e torná-lo mais seguro para as próprias organizações — e também para os consumidores, no geral.

Com usuários mais exigentes, as empresas precisam encontrar formas de, por exemplo, oferecer um atendimento mais próximo e adequado. Como fazer isso de maneira eficiente? Graças ao uso da tecnologia — com um chatbot nas suas páginas — ou mesmo por meio das redes sociais, você consegue se aproximar ainda mais dos clientes e oferecer um atendimento mais adequado.

Não importa a área de atuação da empresa: é fundamental se adaptar e garantir que as principais tecnologias estejam sendo utilizadas corretamente para aprimorar o trabalho realizado internamente. Assim, é possível conquistar resultados cada vez melhores, aproveitar os recursos adequadamente e criar uma relação ainda mais próxima dos consumidores.

Quais são as características da transformação digital na saúde?

Especificamente, a transformação digital na saúde é extremamente impactante, modificando não só a forma como as empresas se organizam internamente, mas o atendimento direto aos pacientes. Que tal, então, saber quais são as principais características desse conceito dentro do segmento? Separamos algumas mudanças decorrentes dessa transformação e os seus impactos. Confira!

Precisão no diagnóstico

Com tantas informações disponíveis, se tornou muito mais fácil identificar e realizar diagnósticos precisos para diferentes pacientes. A análise de dados, as métricas e os indicadores não são utilizados apenas no Marketing Digital, podendo ser extremamente úteis para analisar o perfil do indivíduo e, assim, encontrar padrões de comportamento e sintomas em comum.

Alterações genéticas, por exemplo, são as principais responsáveis por tumores e outras doenças hereditárias. Com um diagnóstico mais preciso no tratamento ao paciente, é mais fácil identificar possíveis doenças ou alterações, colocando em ação um tratamento de prevenção o mais rapidamente possível. Tudo isso reduz as chances de uma doença se desenvolver, por exemplo.

Atendimento mais acessível

Quando falamos em atendimento nesse segmento, a principal vantagem oferecida pela transformação digital na saúde é a telemedicina. Na prática, esse conceito significa oferecer o mesmo atendimento utilizando a tecnologia, ou seja, remotamente. A troca de arquivos e documentos se tornou muito mais simples e ágil, facilitando essa conexão entre as partes.

Laudos, diagnósticos, exames, tratamentos e acompanhamento próximo: tudo pode ser feito por meio da tecnologia. Sendo assim, distâncias são reduzidas consideravelmente e o atendimento se torna mais acessível. A telemedicina vai, aos poucos, se tornando uma ferramenta cada vez mais comum na área da saúde, aproximando médicos e pacientes com extrema eficiência.

Agilidade no atendimento aos pacientes

Além de facilitar o acesso aos atendimentos, encurtando distâncias físicas e permitindo consultas a distância, por exemplo, a tecnologia agiliza todos esses processos. Dessa forma, tudo se torna mais rápido sem que haja prejuízos relacionados à qualidade. Os processos se tornam mais práticos para médicos e pacientes, otimizando a agenda dos dois lados.

O médico tem um acesso muito mais facilitado aos dados do paciente, especialmente se utilizar recursos como prontuário eletrônico, evitando o desperdício de tempo com informações que já foram passadas por quem está sendo atendido. Os dois lados ganham, com mais indivíduos podendo ser atendidos e uma agenda muito mais flexível para uma clínica ou um consultório.

Economia de gastos com a saúde

A tecnologia não impacta apenas o relacionamento com o paciente: também ajuda a melhorar o desempenho das empresas prestadoras de serviço. Com as ferramentas certas, é possível reduzir consideravelmente os gastos na área da saúde, identificando desperdícios e utilizando soluções para fazer um uso mais inteligente e preciso dos recursos disponíveis da empresa.

Controlar melhor a relação com os fornecedores é um bom exemplo disso. Assegurar que o número de glosas médicas seja o menor possível dentro da empresa é outro. A ideia é, na prática, reduzir ao máximo os gastos desnecessários na operação da clínica ou do consultório, realizando um trabalho ainda mais eficiente e com mais dinheiro no caixa.

Capacitação do paciente

Os avanços também servem para empoderar os pacientes, oferecendo mais informações sobre doenças, sintomas, procedimentos e qualquer tipo de dúvida, capacitando ainda mais quem está sendo atendido. Para o médico, esse cenário é excelente, já que o seu tempo no consultório passa a ser mais útil, lidando com pessoas ainda mais informadas sobre os seus problemas.

A troca de informações, portanto, se torna mais simples, criando uma comunicação mais direta e evitando ruídos. No longo prazo, isso cria uma relação mais próxima entre as duas partes, inclusive ajudando no processo de fidelização dos pacientes. Dúvidas são mais facilmente esclarecidas e a comunicação se torna muito mais eficiente para os dois lados.

Facilidade na prevenção de doenças

Com inúmeras informações sobre os pacientes, se torna muito mais fácil identificar e prevenir doenças, por exemplo. Além disso, outro conceito acaba ganhando espaço dentro dessa área: a saúde preventiva. Na prática, é uma soma de fatores: mais capacitação do paciente e atendimento mais acessível, tornando mais simples os cuidados necessários para evitar doenças.

Com mais informação fica mais simples tomar os cuidados necessários e evitar problemas mais sérios, especialmente em casos de doenças crônicas, que podem prejudicar o dia a dia de trabalho. Outro problema que acaba sendo solucionado é referente à saúde visual, que acaba sendo deixada de lado muitas vezes, mas pode ser resolvido de maneira mais prática.

Melhorias na gestão da saúde

Quanto mais inteligente for o funcionamento de uma empresa, melhores são os seus resultados, certo? Toda organização precisa, portanto, se preocupar com a motivação e a saúde dos seus funcionários. Em função disso, muitas vezes a melhor solução pode ser contratar profissionais para fazer a gestão da saúde interna. Tudo isso se tornou possível graças à transformação digital.

Nem todo mundo sabe o que fazer para garantir que os profissionais de uma organização estejam trabalhando nas melhores condições possíveis, mas agora ficou muito mais fácil contar com o auxílio de empresas especializadas nesse trabalho. A redução de custos e a melhoria no clima organizacional da empresa estão entre os benefícios dos avanços da tecnologia.

Que práticas adotar para preparar a sua empresa para as mudanças geradas pela transformação digital?

Na prática, o que a sua empresa precisa fazer para se preparar adequadamente para tantas mudanças geradas pela transformação digital na saúde? Confira as nossas dicas para se assegurar de que a sua organização esteja, de fato, pronta para abraçar o futuro e os seus avanços.

Identifique as necessidades na área de saúde

O primeiro passo para aproveitar os benefícios da transformação digital na saúde é identificar quais são as necessidades da sua empresa nessa área. Isso significa entender quais são os pontos a serem aprimorados, o que pode ser feito com um trabalho mais próximo da equipe de Recursos Humanos ou mesmo realizando pesquisas para ter um feedback dos colaboradores.

O que serve para os seus concorrentes pode não servir para você. Faça uma auditoria interna e saiba quais são as suas necessidades específicas. Reavalie o seu trabalho na gestão de benefícios, saiba quais são as principais dores dos seus colaboradores e coloque todo o seu foco na resolução desses problemas com o auxílio da tecnologia.

Escolha os recursos adequados

A transformação digital na saúde proporciona o acesso a milhares de ferramentas e soluções incríveis, mas é preciso saber utilizá-las corretamente. Por isso a etapa anterior é tão importante: identificar as suas necessidades para investir apenas nos recursos que podem, de fato, ser úteis para solucionar as dores e os problemas da sua empresa.

Faça um planejamento

Tudo no papel é mais simples do que na execução, certo? Sendo assim, faça um planejamento completo e saiba exatamente o que você precisa ter em mãos para que a sua estratégia funcione adequadamente e os resultados realmente possam aparecer. Conte com as soluções e os recursos necessários para a sua empresa, defina como as mudanças vão ser feitas e trace os planos.

Avalie o custo-benefício das ideias que você quer executar, confira a real necessidade desses investimentos e conte com todos os profissionais empenhados em aproveitar, de fato, as vantagens da transformação digital na saúde. Quando isso acontece com o planejamento certo, a tendência é que as estratégias escolhidas tenham mais chances de render o esperado.

Coloque as melhorias em prática

De nada adianta chegar até aqui e não tirar os planos do papel, certo? Depois de todo o planejamento e da organização interna, é hora de executar as ideias. Prepare os seus colaboradores, envolva-os ao máximo e certifique-se de que a sua empresa está, de fato, preparada para tantas mudanças.

Por mais que os benefícios sejam muitos, nem sempre é fácil executar tudo isso, então é primordial preparar o terreno para que as coisas saiam de acordo com o planejado. As ferramentas certas nas mãos de funcionários despreparados, por exemplo, não vão servir para nada.

Monitore os seus resultados

Mesmo após a definição das suas prioridades na área da saúde, a escolha das ferramentas certas e necessárias, o planejamento e a execução dessas práticas, se engana quem pensa que o trabalho está encerrado. Depois de todas as partes citadas acima, é fundamental ficar de olho no que está sendo feito, monitorando o desempenho das suas estratégias.

Determine alguns indicadores que devem ser acompanhados e fique sempre de olho em maneiras de aprimorar o que está executando. Uma ideia pode ser excelente no papel, mas na prática pode não gerar os resultados esperados. Para evitar desperdícios — de tempo e de dinheiro —, a análise precisa ser constante, mesmo após colher frutos positivos com as mudanças realizadas.

A transformação digital na saúde já é uma realidade, portanto, é fundamental que a sua empresa esteja preparada para se adaptar aos avanços tecnológicos e ser capaz de colher os frutos e os benefícios de todas essas mudanças. Com as práticas adequadas colocadas em ação, a tendência é que todos os profissionais da sua organização sejam beneficiados.

Agora que você já sabe quais são os benefícios, os impactos e o que fazer para adaptar a sua empresa à transformação digital na saúde, que tal ficar por dentro de outro assunto importante para o sucesso e a produtividade da sua equipe? Confira o nosso artigo sobre gestão de benefícios e entenda a importância dela para as empresas!

Posts relacionados

Deixe um comentário